domingo, 15 de janeiro de 2017

Who am I?

Gostaria de saldar qualquer pessoa que por ventura acesse este blog, diante da existência incontável de outros, sobre tudo de investimentos e divagações relativas à finanças.Em meados de 2015 percebi que minha busca pelo êxito profissional, bem como pessoal, se mostravam contraproducentes. Gastos desordenados e sem controle- apesar de realizar um budget mensal- drenavam meu capital, não havendo sobras para realizar aportes ou um colchão de segurança na famigerada poupança. No quesito profissional passei a notar letargia, não havia progresso, acompanhei a inflação degenerar minha remuneração e assim como os demais ruminantes (que trabalham comigo), eu reclamava, porém não criava soluções para a inquietação que me assolava.
Perceba a preocupação com o futuro.
Faço aqui um parentese para esclarecer que ao utilizar o termo ruminantes para mim e meus colegas de trabalho, comparo nossa capacidade de agir com a destes animais, pois não demonstramos proatividade para solucionar os problemas financeiros, apenas seguimos em frente, bem parecidos com os animais supracitados, que não questionam sua realidade, apenas conduzem suas vidas e assim o fazem por sua incapacidade de raciocinar, diferente de nós humanos.
Nunca tive luxos, embora não exitasse em comprar algo ou gastar, claro que dentro da minha realidade, pois provenho de uma família modesta, a qual continua nesta configuração, talvez ainda mais atualmente, seja pelos infortúnios da vida ou por meus insights minimalistas e frugais, os quais adquiri ao acompanhar a "blogosfera financeira". Diante da latente insatisfação com a maneira que conduzia minha vida e ciente da necessidade de possuir um colchão de segurança, passei a pesquisar sobre dinheiro e finanças, me deparando com uma enorme gama de blogs. Desde então os tenho lido e acompanhado em anonimato, aprendendo muito e em primeiro plano adquirindo uma mentalidade consistente sobre a vida, as pessoas e o dinheiro. Aprendi que para um pequeno padawan dos investimentos, de poucos recursos, é fundamental compreender os preceitos da frugalidade e do minimalismo, sobretudo despir-se da vaidade, concentrando os recursos em prol da multiplicação destes. Percebi que a vaidade, a busca por status, a falta de senso crítico e de conhecimento, associados ao desejo de consumo são os males mais nocivos para nossa saúde financeira. Quando a pessoa compreender que é besteira esbanjar o pouco que tem em busca de prazeres passageiros ou tentando se destacar em meio a multidão através aquisições frívolas, estará mais próxima da porta de saída da corrida dos ratos.Como sempre vejo nos blogs o embate de ideias entre poupar ao extremo e ter prazeres durante esta longa "corrida do milhão"(que no meu caso é uma suave caminhada, pois vai demorar, rs) vejo que é uma questão subjetiva e aí depende da pessoa. Alguns querem um montante considerável em curto espaço de tempo, outros preferem agir com parcimônia, e há ainda aqueles que gastam um pouco mais e poderiam ser mais econômicos com similar qualidade de vida. Entretanto, a ideia basilar (que aprendi com os nobres colegas bloggers) é gastar menos do que ganhamos, para assim termos um saldo positivo. Mas é o valor do aporte que definirá o tempo necessário para conquistarmos nossa independência financeira.Pois bem, criei este espaço não somente para materializar meus pensamentos, mas para estreitar laços de amizade, pois ao falar de finanças com amigos ou familiares, uso exemplos aprendidos na blogosfera financeira e já falo: "Ahh, o colega lá do blog"; Estou tão familiarizado com vários blogs que acompanho que já os considero amigos, pois passei tempo lendo suas postagem e criei vínculo. Desta forma, nada mais justo que sair do anonimato e me relacionar com pessoas que tanto me ensinam, as quais não sabem mas exercem um papel importante no pensamento de várias pessoas, sejam estas que entram para a blogosfera, ou as anônimas, ou até mesmo aquelas que apenas leem e não participam, mas levam consigo valiosos ensinamentos.
Quem sou eu? "Tu és o vice-treco do sub-troço". (Mario Sérgio Cortella)
Afinal, quem sou eu? Apenas um homem por volta de seus trinta anos de idade, que devido ao senso de responsabilidade aguçado começou a trabalhar de maneira precoce, (antes dos quinze anos), o qual felizmente (ou não) ingressou no servidor público há dez anos e repentinamente viu seu progresso suprimido em troca de segurança e estabilidade. Que apesar de ter cursado duas graduações distintas, não as concluiu e agora parte para a terceira, confiante que dessa vez encontrou seu caminho. Um cara que é chamado pelos familiares de "Tio Patinhas" e pela namorada de "Lorde das Moedas", evidenciando que apesar do espírito nobiliárquico suas posses são irrisórias. Que mora em uma cidade interiorana e que já teve veículos e uma vida boemia ativa, mas hoje é pedestre e comedido, encontrando paz na construção de sua segurança financeira.




23 comentários:

  1. Olá LM,

    Seja bem-vindo a blogosfera.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Obrigado Uó! Ainda pensei:"Quem ser esse Alexandre poliglota?", rs..
      []'s.

      Excluir
  3. de grão em grão a galinha enche o papo

    ps. te adicionei na lista de blogs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente VD!
      Obrigado por me incluir, abraços..

      Excluir
  4. Bem vindo a blogosfera LM!
    É isso ae... hora de apertar os cintos, afiar os cascos e partir pra cima!!! No seu tempo, sem grande sacrifícios, mas com moderação... Como vc tem feito!!! Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Mt obrigado!
    Pode deixar, continuarei assim, apesar que tenho que arriscar mais e entrar na renda variável.
    Mas isso entre outras coisas compõem minha meta deste ano.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Seja bem vindo Lorde !! mais um integrante nesse mundo virtual, vou adicioná-lo em minha lista !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Stifler!
      Realizei uma de minhas metas ao me juntar à vocês!
      []'s.

      Excluir
  7. Oi, Lorde!
    Sobre o seu comentário no meu blog, acho que se você está insatisfeito e quer sair, tem que sair mesmo! Mas monte um plano de saída antes, não saia no escuro.
    Te add ao blogroll também.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, meu plano era continuar focado em concursos, mas vejo que por mais alto que seja o cargo ou remuneração, ficarei insatisfeito. Na maioria dos órgãos nada flui, nada funciona, tudo é difícil e moroso. Mesmo querendo fazer o melhor, não há condições, verba pública ou apoio dos colegas.
      Após refletir, decidi mudar de curso superior para me tornar um profissional liberal e ser senhor da minha vida e de fato ganhar dinheiro. Trabalhando de forma que todo meu esforço será valorizado, seja refletido em pecúnia ou não.
      Obrigado pela força parceiro!
      []'s

      Excluir
    2. Legal Lorde, torço para que tudo de certo!
      Em qual área pública você trabalhava? Eu viso aos concursos jurídicos. E em qual área da iniciativa privada você pretende trabalhar?
      Valeu!

      Excluir
    3. Trabalho em atividade judiciária do executivo estadual. Sei que no Judiciário (propriamente dito) as coisas são melhores, mais ordenadas e tem mais grana para estrutura e capacitação dos servidores. Agora quero cursar medicina, mas antes pensava em ingressar justamente no Judiciário ou Ministério Público, em função dos reajustes anuais e das melhores condições de trabalho.
      []'s.

      Excluir
  8. Olá meu caro Lorde, seja bem vindo a blogosfera. Vamos juntos a alcançar o prêmio da corrida do milhão !

    Está adicionado !

    ResponderExcluir
  9. Salve Lorde!
    Seja bem vindo a blogosfera!
    Está adicionado!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Muito parecido comigo lorde.Funcionario público que entrou em mais de uma graduação e nao se formou rsrs.
    Vou acompanhar seus post do princípio.
    Te adicionei no meu blogrool.grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mundo pequeno né?
      Seremos nós reflexo da derrota? rs..
      Qual sua faixa etária Rabugento?
      Obrigado por acompanhar e participar, farei o mesmo com seu blog e veremos se há mais afinidades entre nós.
      Abraço!

      Excluir

Bitcoin e Ethereum #HELP